Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Concessões rodoviárias dão lucro daqui a 27 anos

A partir de 2029 as concessões e subconcessões rodoviárias passam a gerar receita líquida, mas só anulam os encargos em 2037.

Paulo Moutinho 16 de Outubro de 2010 às 14:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Os encargos líquidos previstos com as Parcerias Público Privadas deverão totalizar 840 milhões de euros em 2011, sendo que os das concessões rodoviárias ficam-se pelos 470 milhões. Estas últimas só vão dar lucro daqui a 27 anos.

Em 2011 “observa-se uma redução dos encargos líquidos anuais, resultado da introdução de portagens em todas as SCUT”, refere o relatório do Orçamento do Estado para 2011, divulgado hoje.

“A partir do ano de 2029 as concessões e subconcessões passam a gerar receita líquida, ou seja, em 2029 e anos seguintes, as receitas anuais das concessões rodoviárias são superiores aos encargos anuais”, refere o Governo.

No Orçamento do Estado para 2011, o Executivo acrescenta: “a partir de 2037 o acumulado das receitas líquidas passa a ser superior ao acumulado dos encargos líquidos”.

“Ou seja, as concessões rodoviárias geraram os recursos suficientes para fazer face à totalidade dos encargos contratados”, acrescenta o relatório. Assim, sendo, só dentro de 27 anos é que estas concessões dão lucro.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias