Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Costa alerta para a gestão em duodécimos em situação pandémica

António Costa deixou o alerta sobre a possibilidade de o Orçamento do Estado não ser aprovado no parlamento. E assumiu a dificuldade numa gestão em duodécimos.

Mário Cruz/Lusa
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 21 de Novembro de 2020 às 19:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

António Costa, questionado sobre o Orçamento do Estado que será votado na próxima quinta-feira em termos finais, aproveitou para deixar o recado, de que o país não pode juntar à crise pandémica e económica uma gestão em duodécimos.

Questionado sobre o Orçamento, António Costa realçou que "o país tem tudo a ganhar em ter um bom Orçamento do Estado, é uma boa proposta e tem condições para ser melhorada na especialidade", mas, acrescentou, "numa situação que temos de crise sanitária tão grave e uma crise económica e social tão grave juntar a isto ter de gerir o país em duodécimos é só estar a complicar a vida do país. E creio que o país não precisa de complicação, pelo contrário precisa de ter os instrumentos possíveis para poder agir".

Sobre a relação com o Presidente da República, apelidou de excelente o entendimento entre os dois órgãos de soberania. "As relações com o senhor Presidente da República são excelentes e, muito em particular, neste período da pandemia, numa democracia madura, a articulação tem sido muito intensa entre todos os órgãos de soberania".

As declarações do Estado de Emergência, que foi renovado esta semana, não seriam possíveis, disse Costa, "com conflitos institucionais".

Ver comentários
Saber mais António Costa política governo orçamento do Estado Assembleia da República
Outras Notícias