Orçamento do Estado Défice de 2015 acima dos 4% do PIB

Défice de 2015 acima dos 4% do PIB

Na sequência da resolução e venda do Banif, o défice orçamental de 2015 subirá para cerca de 4% do PIB, revelou esta segunda-feira o ministro das Finanças. Este efeito não prejudicará a saída do país do Procedimento dos Défices Excessivos.
A carregar o vídeo ...

O défice orçamental de 2015 subirá para cerca de 4% do PIB na sequência da medida de resolução do Banif, mas este efeito não prejudicará a saída do país do Procedimento dos Défices Excessivos (PDE), garantiu hoje em conferência de imprensa Mário Centeno, o ministro das Finanças.

O Governo irá apresentar um Orçamento Rectificativo ainda esta tarde que incluirá um aumento da despesa em 2015 de 2,2 mil milhões de euros, o equivalente a cerca de 1,25 pontos de PIB. Dada a meta anterior de fechar 2015 com um défice com um valor igual ou inferior a 3% do PIB, estes dados apontam para um desequilíbrio orçamental neste ano acima dos 4% do PIB.      

"É uma alteração ao orçamento que inclui um plano orçamental de ajuda de Estado de 2,2 mil milhões de euros, que permite injecções de capital no Banif de 1.766 milhões de euros e um empréstimo para o Fundo de Resolução de 489 milhões de euros", afirmou em conferência de imprensa Mário Centeno.

"Este dinheiro vem do Orçamento, ele vai reflectir-se no défice do Estado de 2015 e vai também reflectir-se nos défices futuros [via factura com juros], na medida em que aumenta o endividamento do país" mas "não terá consequências da avaliação do PDE dada a natureza da operação", afirmou ainda o responsável pela Finanças.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI