Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos Coelho garante que não está a ser pressionado por parceiros europeus

Pedro Passos Coelho garantiu hoje em Bruxelas que não está a sofrer pressões dos seus parceiros europeus para viabilizar o Orçamento em Portugal.

Lusa 28 de Outubro de 2010 às 15:11
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
Pedro Passos Coelho garantiu hoje em Bruxelas que não está a sofrer pressões dos seus parceiros europeus para viabilizar o Orçamento em Portugal sustentando que o PSD é o primeiro a ter noção da importância desta questão.

O líder do PSD que falava à saída da mini-cimeira do PPE afirmou que "é natural que os países estejam preocupados com aquilo que se passa em toda a Zona Euro", mas garantiu que "não houve nenhuma pressão sobre o PSD relativamente a essa matéria".

Passos Coelho escusou-se a fazer comentários sobre "a situação que se está a viver em Portugal em matéria orçamental" limitando-se a dizer que tem estado "em contacto com Lisboa " e que "não há desenvolvimentos assinaláveis".

Remetendo para o regresso a Lisboa mais comentários sobre a atual situação, o líder do PSD asseverou que, na Europa, conta com a compreensão dos parceiros do Partido Popular Europeu, a família política a que o PSD pertence.

"A generalidade dos países e dos partidos que aqui estão representados, da nossa família política, sabem que o PSD tem feito tudo o que está ao seu alcance e dentro das suas responsabilidades para garantir um quadro de estabilidade orçamental em Portugal", disse.

Passos Coelho reconheceu haver preocupação entre outros Estados-membros sobre a situação portuguesa, pois, admite, "o que se vier a passar em Portugal é também relevante para o conjunto europeu que tem o Euro", mas sublinhou que "o PSD é o primeiro partido a ter noção disso".


Ver comentários
Saber mais Pedro Passos Coelho Bruxelas OE2011 Orçamento do Estado
Outras Notícias