Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Estado perdeu quase 50 mil funcionários em dois anos

O número de pessoas empregadas nas administrações públicas caiu de 613 mil no final de 2011 para 564 mil no final do ano passado. Apesar disso, o ritmo de redução de pessoal abrandou no ano passado.

Bruno Simão/Negócios
  • Partilhar artigo
  • 48
  • ...

No final do ano passado, as administrações públicas empregavam cerca de 564 mil pessoas, menos 48.971 funcionários do que no final de 2011.

 

Os dados revelam a evolução registada nas administrações central, regional e local e foram esta segunda-feira publicados pela Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público, uma entidade tutelada pelo ministério das Finanças.

 

Ao longo do ano passado, o Estado perdeu 22 mil funcionários, o que representa um abrandamento face à quebra de quase 27 mil pessoas registada ao longo do ano anterior.

 

No documento publicado esta segunda-feira, a DGAEP revela que no último trimestre se registou um aumento de mais de 4 mil pessoas, o que é explicado pelo "efeito cíclico" das novas contratações para as escolas, que de resto também se verificou no ano anterior.

 

Administração central reduz mais funcionários que as autarquias

 

Os dados também revelam que ao longo destes últimos dois anos a quebra no número de funcionários foi mais acentuada na administração central (-8%) do que nas autarquias (-6,4%).

 

Ao longo do ano passado, o Estado recrutou cerca de 36 mil novos trabalhadores, o que é essencialmente explicado pela rotatividade na Educação. Este número também representa uma quebra face aos 40 mil trabalhadores admitidos no ano anterior.

Ver comentários
Saber mais Estado administrações públicas
Outras Notícias