Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Funcionários públicos ganharam em média 1.595 euros por mês em 2012

Ganho médio mensal de cada funcionário público desceu 0,3% no ano passado. Os diplomatas foram dos mais castigados, enquanto os dirigentes superiores até viram a sua remuneração média aumentar.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 15 de Fevereiro de 2013 às 20:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...

Os 583.669 trabalhadores da administração pública auferiram uma remuneração média mensal de 1.594,8 euros no mês de Outubro do ano passado, um valor que representa uma quebra de 0,3% face ao mesmo mês de 2011.

 

Os dados foram revelados na síntese estatística do emprego público e mostram que a remuneração base média mensal até ficou estável em 2012, nos 1.405,3 euros, pelo que os cortes foram aplicados sobretudo ao nível dos prémios, subsídios e suplementos.

 

Tendo em conta apenas a administração central (exclui autarquias e regiões autónomas), o ganho médio mensal dos funcionários públicos foi de 1.748 euros em Outubro do ano passado, menos 0,2% do que no mesmo mês de 2011.

 

A descida das remunerações foi mais intensa no Ministério dos Negócios Estrangeiros (3,7%), sendo que é também aqui que os salários são mais elevados. Cada funcionário do ministério de Paulo Portas levou para casa, em média, 3.035,2 euros no mês de Outubro de 2012.

 

Por outro lado há ministérios onde a remuneração média mensal até subiu em 2012. Foi o caso do Ministério da Educação (0,2% para 1.763,6 euros), do Ministério da Economia (0,7% para 1.799 euros) e do Ministério da Administração Interna (0,8% para 1.620,4 euros).

 

Tendo em conta o cargo de cada funcionário público, os cortes mais acentuados de salários ocorreram nos diplomatas (7,6% para 7.985,6 euros) e nos oficiais de justiça (8,7% para 1.497,3 pontos).

 

De assinalar que o ganho médio mensal dos professores subiu em 2012, sendo que foi esta a classe que sofreu a perda de emprego mais forte no ano passado (cerca de 14 mil). A remuneração média mensal dos educadores de infância e docentes do ensino básico e secundário subiu 1,3% para 2.072 euros em 2012, enquanto o ganho médio mensal de um docente do ensino universitário subiu 1,4% para 3.328,7 euros.

 

Entre as carreiras da administração pública com remunerações mais elevadas os cortes foram menos acentuados. O ganho médio mensal de um dirigente superior até subiu 0,6% para 4.221,5 euros. Um dirigente intermédio viu a sua remuneração média baixar 0,2% para 2,881,4 euros e o salário de um técnico superior baixou 0,4% para 1.760,7 euros.    

Ver comentários
Saber mais Funcionários públicos função pública salários
Mais lidas
Outras Notícias