A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo quer saber se funcionários públicos estão mais motivados do que há quatro anos

Esta é a segunda edição de um inquérito lançado pela primeira vez em 2015, mas que acrescenta novas perguntas que permitem uma comparação direta com medidas tomadas pelo anterior governo.

Negócios jng@negocios.pt 07 de Agosto de 2019 às 19:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

O Governo quer saber se os funcionários públicos estão mais ou menos motivados do que em 2015. Para isso, a Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) lançou um questionários aos funcionários do Estado, que é a segunda edição de um inquérito lançado em 2015.

A notícia foi avançada pelo Observador, sendo citada pela agência Lusa que escreve que o inquérito pretendia na altura "identificar os principais fatores de motivação/satisfação dos trabalhadores" do Estado. Com os resultados deste novo inquérito será possível perceber como evoluiu a motivação dos funcionários e se a situação é agora mais positiva do que há quatro anos. O questionário foi lançado pela DGAEP em julho e pode ser respondido até 30 de setembro.

Esta segunda edição do inquérito, tal como noticiou o Observador, inclui perguntas novas que levam a uma comparação do impacto de medidas de austeridade tomadas no período da ‘troika’, quando o anterior governo estava em funções, e medidas tomadas pelo atual executivo.

Entre as quatro partes que integram o questionário, há uma em que os trabalhadores são convidados a assinalar o seu grau de acordo ou desacordo relativamente a 38 temas, nomeadamente se "o período da ‘troika’ influenciou negativamente" a sua motivação no trabalho e se a "reposição dos salários afetou positivamente" essa motivação.

As duas últimas questões procuram saber se "o descongelamento progressivo das carreiras é motivador" e se o trabalhador se sente "hoje mais motivado no trabalho do que há cinco anos atrás".
Ver comentários
Saber mais governo DGAEP funcionários públicos motivação inquérito
Outras Notícias