Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rui Rio concorda com fim dos cortes salariais nos gabinetes dos políticos  

O PSD concorda, em princípio, com a pretensão do Governo de por fim aos cortes salariais de 5% nos gabinetes dos políticos, afirmou hoje o líder social-democrata, Rui Rio.

A carregar o vídeo ...
Lusa 19 de Abril de 2018 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

"Se a política do Governo foi acabar com todos os cortes, não tenho nada a opor a que se acabem com todos os cortes mesmo, afirmou Rui Rio, na sede do PSD, em Lisboa, no final de uma reunião com a Ordem dos Enfermeiros, integrada numa série dedicada pelo líder social-democrata aos problemas da saúde. 

 

O jornal Público noticiou hoje que o Governo fez um decreto preliminar que estabelece que "a redução de vencimento prevista na Lei 47/2010, de 07 de Setembro, na sua redacção actual, é progressivamente eliminada", até 2019.

  

Segundo o jornal, a partir de Janeiro, os funcionários dos gabinetes dos membros do Governo (incluindo os governos regionais), de apoio pessoal dos presidentes e dos vereadores das câmaras municipais, presidente da Assembleia da República, do primeiro-ministro e do secretário-geral do Parlamento vão reaver 5% do seu salário que tinha sido cortado em 2010.

 

Rio disse não ter sido informado previamente pelo Governo sobre esta pretensão.

 

A ser aprovado, o corte desvanecer-se-á em dois anos, de forma progressiva, entre Janeiro de 2018 e Dezembro de 2019. Por referência a Janeiro de 2018 serão devolvidos 25% do corte, a partir de Setembro mais 25%, em Maio de 2019 outros tantos e em Dezembro de 2019 o salário já será pago na íntegra.

A ideia é que a reposição de rendimentos acompanhe o ritmo de reposição das progressões na Administração Pública.

 

Ver comentários
Saber mais primeiro-ministro Administração Pública presidente da Assembleia da República
Mais lidas
Outras Notícias