Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

STE contraria dados do Governo e lembra que a CGA paga pensões a políticos

Não é verdade que as contribuições paguem apenas 40% da despesa com pensões de ex-funcionários, diz Helena Rodrigues.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 57
  • ...

O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) considerou esta terça-feira que "não é verdade" que as contribuições para a CGA paguem apenas % da despesa com pensões.

 

Helena Rodrigues lembrou aos jornalistas que o dinheiro que paga pensões e subvenções não contributivas a políticos ou a pessoas integradas em regimes específicos também sai da CGA.

 

A vice-presidente do STE contrariava, desta forma, um dos argumentos usados pelo Governo para justificar os cortes nas pensões já em pagamento.

 

"Não é verdade que as contribuições que entram apenas paguem 40% porque as pensões pagas pela CGA não são só as pensões dos trabalhadores da administração pública. São as pensões de autarcas, de políticos, são pensões oriundas de outros regimes que vieram integrar a Caixa Geral de Aposentações, para as quais não houve contribuições", disse Helena Rodrigues.

 

"Não aceitamos qualquer hipótese de recálculo ou de corte de pensões que já estão atribuídas. Aceitamos a convergência para o futuro, entendemos que o que está na Lei de Bases da Segurança Social" é aceitável, disse.

 

O Governo quer poupar cerca de 700 milhões de euros e tem argumentado que é necessário repartir o esforço entre quem ainda não se aposentou e quem já o fez.

 

Questionada sobre se uma convergência concentrada nas futuras pensões não sobrecarregaria de forma desproporcionada quem ainda não se reformou, Helena Rodrigues disse que não é isso que está em causa.

 

"Não tem nada a ver com convergência. Tem a ver com cortes orçamentais", respondeu.

 

Os sindicatos voltaram esta terça-feira a reunir-se com o Governo para debater os cortes nas pensões da CGA. O Executivo pretende aprovar o diploma nos próximos dias.

 

"O Governo não altera a proposta apresentada. A proposta em cima da mesa é uma proposta de cortes nas pensões", disse Helena Rodrigues, desvalorizando as alterações "de pormenor" que ontem foram apresentadas.

 

A Frente Comum já disse que ia pedir a negociação suplementar e o STE admite fazer o mesmo.

Ver comentários
Saber mais STE CGA pensões
Outras Notícias