Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Castro Almeida: “Um social-democrata preza muito a igualdade de oportunidades”

O secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Castro Almeida, enfatizou a necessidade de haver fundos estruturais para fazer algumas obras em alguns parques escolares para que não haja escolas de primeira e de segunda. E justifica a prioridade porque “um social-democrata preza muito a igualdade de oportunidades”.

Bruno Simão/Negócios
João Carlos Malta joaomalta@negocios.pt 23 de Abril de 2014 às 19:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Juntamente com o financiamento para as estradas de pequena dimensão (last mile), o Governo e a Comissão Europeia debatem ainda durante o debate do acordo de parceria para o Portugal 2020 a necessidade de fazer pequenas obras em escolas. O executivo quer 300 milhões até 2020 para este efeito.

 

“É relativamente consensual que o dinheiro gasto nos parques escolares era necessrário. Talvez não fosse necessário tanto. No entanto, foi investido muito dinheiro em algumas escolas e outras não tiveram nada. Isso gera um sentimento de que existem escolas de primeira e escolas de segunda”, explica Castro Almeida.

 

E este fenómeno para Castro Almeida é inaceitável porque para “um social-democrata preza muito a igualdade de oportunidades”.

 

O ministro Adjunto, Miguel Poiares Maduro, ressalvando que apesar das ideias para o novo quadro comunitário serem novas o espaço público está polvilhado de análises aos temas que fazem parte do passado, disse tanto a questão das estradas como das escolas representam em termos de orçamento não mais do que 1%, cada um, do bolo total dos 21 mil milhões de euros.

 

Em relação às estradas, sobre a qual a Comissão Europeia tem o principio geral de não financiar nem mais um quilómetro, Poiares Maduro ainda não desistou de fazer ver a Bruxelas que são troços importantes para ligar zonas industriais a vias principais ou pequenas obras cujo ganho económico é superior ao gasto financeiro.

 

Ver comentários
Saber mais Poaires Maduro Castro Almeida Bruxelas Comissão Europeia Portugal 2020
Outras Notícias