Fundos comunitários Novos apoios às PME: principais diferenças em relação ao QREN
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Novos apoios às PME: principais diferenças em relação ao QREN

Nos próximos anos, as empresas terão ao seu dispor cerca de oito mil milhões de euros de fundos comunitários para promoverem a sua competitividade e internacionalização. As primeiras candidaturas estão agora a arrancar, com novas regras aos nível das taxas de financiamento, dos prazos e dos tipos de investimento a apoiar. O Negócios explica-lhe 16 diferenças entre o Portugal 2020 e o QREN, com a ajuda de Pedro Cilínio, director do IAPMEI. Pelo caminho, o responsável deixa ainda algumas dicas que as PME devem ter em conta na hora de preparar uma candidatura aos fundos comunitários.
Novos apoios às PME: principais diferenças em relação ao QREN
Miguel Baltazar
Elisabete Miranda 24 de março de 2015 às 00:01

 

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
Notícias Relacionadas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI