Impostos Fisco espanhol propõe a Ronaldo pagar 10 milhões e assumir culpa

Fisco espanhol propõe a Ronaldo pagar 10 milhões e assumir culpa

A Agência Tributária espanhola estará disposta a deixar cair um dos quatro delitos fiscais de que acusa Cristiano Ronaldo e reduzir para metade o valor da alegada fraude cometida pelo jogador.
Fisco espanhol propõe a Ronaldo pagar 10 milhões e assumir culpa
Pedro Curvelo 06 de abril de 2018 às 13:31
O advogado de Cristiano Ronaldo, José Antonio Choclán, estará a negociar um acordo com a Autoridade Tributária espanhola para reduzir o valor a pagar pelo jogador português e evitar uma pena de prisão efectiva.

Segundo a edição desta sexta-feira do jornal espanhol El Mundo, o fisco admite retirar um dos quatro delitos de que acusa o jogador e baixar para metade o valor da fraude caso o internacional português se declare culpado, aceite uma pena de prisão menor e pague 10 milhões de euros.

Caso a proposta do fisco seja aceite, os assessores fiscais de Ronaldo poderão escapar à acusação de cumplicidade.

O El Mundo detalha que a Autoridade Tributária admite dar por encerrado o alegado crime de 2014, caso o avançado do Real Madrid assuma a culpa dos crimes fiscais de que é acusado relativos a 2011, 2012 e 2013. Desta forma, o valor total da fraude baixaria de 14,76 para 6,5 milhões de euros, ou seja, menos de metade.

Assim, Ronaldo teria de pagar os 6,5 milhões acrescidos da multa correspondente, o que deveria elevar o total a pagar para cerca de 10 milhões de euros. 

Quanto a 2014, o fisco admite considerar que o jogador apenas agiu de forma "negligente e imprudente" e não "com dolo". Isto encerraria o caso de 2014 em sede penal mas prosseguiria por via administrativa, podendo Ronaldo ter de pagar adicionalmente até mais 20 milhões de euros.

Entretanto, esta sexta-feira, os assessores fiscais de Cristiano Ronaldo estão a ser ouvidos por uma juíza na condição de suspeitos de cumplicidade na alegada fraude fiscal cometida pelo jogador.

Em Junho do ano passado, foi noticiado que o "CR7" lesou o Estado espanhol num valor total de 14,76 milhões de euros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI