Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mira Amaral considera "desastrosa" uma subida do IVA para 25%

O presidente do BIC Portugal mostrou o seu desacordo perante a decisão "ideológica" do Tribunal Constitucional e garante que o "problema de finanças públicas só se pode resolver do lado da despesa", sugerindo a aplicação "da lei da mobilidade de Sócrates".

David Santiago dsantiago@negocios.pt 02 de Junho de 2014 às 15:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 40
  • ...

O presidente do banco BIC Portugal, Mira Amaral, disse esta segunda-feira, 2 de Junho, em declarações aos jornalistas, que a subida do IVA para os 25% seria "desastrosa". O ex-ministro aproveitou ainda para lamentar que no Tribunal Constitucional "cada um decida de acordo com a sua opção ideológica".

 

O banqueiro alerta que um novo "aumento de impostos é altamente prejudicial ao País" e garante que "o problema de finanças públicas só se pode resolver do lado da despesa".

 

"Os aumentos do IVA já se viu no que é que deram e acho que já estamos numa situação em que não é por aumentar mais os impostos que vamos ter mais receita", concluiu Mira Amaral.

 

O líder do banco angolano em Portugal regressou aos tempos do antigo primeiro-ministro José Sócrates para sugerir uma medida que teria um impacto positivo na actual conjuntura. "Aplicar a lei da mobilidade de Sócrates", sugeriu.

 

"Não é a despedir as pessoas, é a aplicar a lei da mobilidade, mandá-las para casa com um corte de vencimento e extinguir um conjunto de organismos que não faz sentido existir", disse o banqueiro citado pela RTP.

 

 

Ver comentários
Saber mais BIC Portugal Mira Amaral Tribunal Constitucional José Sócrates IVA impostos
Outras Notícias