Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reformados indignados: Não é com a contribuição especial “que o Governo pode salvar as contas da nação”

O movimento dos reformados indignados (MRI), liderado por Filipe Pinhal, ex-presidente do BCP, defende que é preciso defender os direitos das pessoas que, descontaram toda a vida “a contar com determinados rendimentos e que agora não podem contar com eles.”

A carregar o vídeo ...
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 05 de Março de 2013 às 11:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 49
  • ...

“É uma situação muito ingrata porque entendemos que estas pessoas, indefesas, têm de ter a força de se organizarem, e levantarem os braços e dizerem ao Governo basta!”, defenderam numa conferência de imprensa.

 

Este movimento, que segundo a SIC tem actualmente 70 assinaturas, é contra a CES (Contribuição Extraordinária de Solidariedade), estipulada entre os 3,5% e os 10% sobre as pensões superiores a 1.350 euros.

 

“Quando os políticos não conseguem ser competentes não é aos pobres dos reformados que podem deitar as mãos. Por favor, não metam as mãos nas carteiras dos reformados.”

 

“Não pode deixar de ser uma situação deveras injusta porque trata-se de uma situação ingrata. Só podemos dizer: olhem, vejam lá o que estão a fazer porque assim não vamos lá”, acusando o Governo de implementar “medidas draconianas.”

 

“Muitas pessoas que trabalharam uma vida inteira contavam ter uma reforma para fazer face ao resto da sua vida” e as expectativas acabaram por ser defraudadas. “Não temos praticamente ninguém que defenda este grupo de pessoas que trabalhou uma vida a contar com determinados rendimentos e que agora não podem contar com eles.”

 

É preciso “dizer ao Governo: não vamos por aí. Esta medida não defende ninguém. Não acreditamos que venha a acrescentar grande coisa aos rendimentos do Governo. Não é por aqui que o Governo pode salvar as contas da nação.”

Ver comentários
Saber mais Filipe Pinhal reformados indignados CES Contribuição Extraordinária de Solidariedade
Mais lidas
Outras Notícias