IMI Saiba qual o IMI que o seu concelho vai cobrar em 2014
IMI

Saiba qual o IMI que o seu concelho vai cobrar em 2014

A taxa de 0,5% de IMI, a máxima permitida por lei, é aplicada em 9,7% dos 308 concelhos do País. Na esmagadora maioria dos casos, são câmaras em dificuldades financeiras que aderiram ao Programa de Apoio à Economia Local e por isso ficam obrigadas à taxa máxima. Saiba qual a taxa aplicada no seu município.

Cerca de 45% das autarquias optou este ano pela taxa mínima de IMI, ou seja, por 0,3%. Esta taxa pode variar entre os 0,3% e os 0,5% e todos os anos as câmaras municipais aprovam o valor a aplicar no ano seguinte.

 

Neste momento, são já conhecidas as opções de quase todos os municípios portugueses (só cinco ainda não fizeram aprovar a decisão final em reunião de câmara) para o imposto que será facturado em 2014, com referência a 2013.

 

Menos de 10% têm taxa máxima – quase todas empurradas para ela pelo Programa de Apoio à Economia Local – e cerca de 31%, quase uma centena, aplicam valores entre os 0,4% e os 0,5%. A maioria optou por manter as mesmas taxas e em 70 municípios a decisão foi mesmo no sentido de baixar, mesmo que essa redução tenha sido muito pequena, em alguns casos de apenas uma ou duas décimas.

 

 

Nota: O Concelho de Mação tem a taxa de IMI mais baixa do País, de 0,25%. Para tal, utilizou uma excepção prevista na Lei que permite que mediante deliberação da assembleia municipal, podem ser definidas “áreas territoriais, correspondentes a freguesias ou zonas delimitadas de freguesias, que sejam objecto de operações de reabilitação urbana ou combate à desertificação, e majorar ou minorar até 30% a taxa que vigorar para o ano a que respeita o imposto”.

 




pub