Reforma do IRS Salário líquido das famílias sem filhos não mexe

Salário líquido das famílias sem filhos não mexe

Os trabalhadores dependentes sem filhos a cargo vão continuar a descontar mensalmente o mesmo IRS que até aqui. As taxas de retenção na fonte mensais não se alteram para a maioria.
Salário líquido das famílias sem filhos não mexe
Bruno Simão/Negócios

O Governo resolveu manter inalteradas as taxas de retenção na fonte de IRS para os trabalhadores dependentes que não têm filhos a cargo. Aumentos de salário líquido só estão mesmo destinados a quem tem dependentes.

 

De acordo com as tabelas de retenção na fonte de IRS, divulgadas esta segunda-feira em Diário da República, os trabalhadores dependentes sem filhos a cargo não sofrem qualquer alívio fiscal este ano, por conta do IRS a pagar em 2015. Mensalmente continuarão a ser sujeitos às mesmas taxas de retenção de IRS que até aqui, pelo que o seu salário mensal não sofre qualquer alívio.

 

A única descida, embora marginal, está reservada a quem ganha entre 585 e 607 euros e seja solteiro ou casado, e o cônjuge também aufira rendimentos. Nestes casos deixarão de fazer retenção na fonte, em vez de reterem os 1% que estiveram em vigor no ano passado. 

 

As tabelas de retenção na fonte de IRS, destinadas a pensionistas e trabalhadores dependentes, ditam a percentagem de salário ou de pensão que é retida mensalmente para ir pagando o IRS deste ano. Este IRS é adiantado por conta da factura final, cujos acertos serão realizados em 2016.  

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI