Justiça Menezes Leitão é o novo bastonário da Ordem dos Advogados

Menezes Leitão é o novo bastonário da Ordem dos Advogados

O candidato Menezes Leitão conseguiu 8.762 votos na segunda volta das eleições, que começaram na quarta-feira e terminaram hoje, enquanto Guilherme Figueiredo, que procurava uma reeleição, ficou nos 7.474 votos.
Menezes Leitão é o novo bastonário da Ordem dos Advogados
Sérgio Lemos
Lusa 13 de dezembro de 2019 às 22:29
Menezes Leitão é o novo bastonário da Ordem dos Advogados, depois de vencer a segunda volta das eleições, que terminaram esta sexta-feira, frente ao atual bastonário, Guilherme Figueiredo, disse à Lusa fonte oficial da ordem.

O candidato Menezes Leitão conseguiu 8.762 votos na segunda volta das eleições, que começaram na quarta-feira e terminaram hoje, enquanto Guilherme Figueiredo, que procurava uma reeleição, ficou nos 7.474 votos.

Segundo a mesma fonte, registaram-se ainda 3.503 votos brancos e 410 inválidos. Estavam aptos a votar nas eleições da OA cerca de 33 mil advogados.

Luís Menezes Leitão, presidente do Conselho Superior da Ordem, disse à agência Lusa estar satisfeito com a vitória, referindo que a OA vai ter a mudança que necessita. "Foi uma diferença com algum significado, de mais de mil votos, e sabíamos que os advogados iam acabar por votar em nós. A Ordem vai ter a mudança que necessita para defender os advogados", afirmou.

O advogado salientou que estava convicto de que ia vencer, após ter conseguido passar à segunda volta das eleições. "Tinha a certeza que ia vencer a partir do momento em que passámos à segunda volta. Ainda surgiram, à última hora, outros candidatos da primeira volta a apoiarem o atual bastonário, mas a nossa vitória confirmou-se", salientou.

Já o atual bastonário da OA, Guilherme Figueiredo, que não conseguiu a reeleição, deu os parabéns ao seu adversário.

"Reajo com naturalidade ao resultado. Os advogados escolheram e sabíamos que tudo podia acontecer. Existiam cerca de 14 mil votos das outras listas e dos votos brancos e nulos que não sabíamos para onde iam na segunda volta", defendeu.

Guilherme Figueiredo elogiou ainda o processo eleitoral. "Quem vai a votos quer sempre vencer, mas correu tudo bem e acho que as duas candidaturas estão satisfeitas com o processo eleitoral", disse, lembrando a novidade da introdução do voto eletrónico.

Na primeira volta, cujos resultados foram conhecidos em 30 de novembro, Guilherme Figueiredo obteve 6.121 votos e Menezes Leitão 4.677, passando ambos à segunda volta.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI