Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Amadeu Guerra indicado pela procuradora-geral da República para direcção do DCIAP

O procurador-geral adjunto Amadeu Guerra foi hoje proposto pela procuradora-geral da República, ao Conselho Superior do Ministério Público, para suceder a Cândida Almeida, na direcção do DCIAP, disse à agência Lusa fonte do Ministério Público.

Lusa 27 de Fevereiro de 2013 às 22:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Amadeu Guerra, de 58 anos, deverá ser nomeado na reunião de quinta-feira do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), presidido pela PGR, Joana Marques Vidal.

 

O magistrado deverá suceder a Cândida de Almeida, directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) nos últimos 12 anos, que investigou processos de criminalidade económica e financeira, como Freeport, Portucale, BPN, Monte Branco, Operação Furação e Submarinos.

 

Entre estes, continuam em investigação os processos relacionados com o Banco Português de Negócios (BPN), Submarinos (acção principal) e a Operação Furação.

 

A 18 de Janeiro, por unanimidade do CSMP, Amadeu Guerra foi reconduzido para mais um mandato de coordenador no Tribunal Central Administrativo Sul, cargo que detém desde 2004.

 

Na Comissão Nacional de Protecção de Dados, Amadeu Guerra cumpriu três mandatos na condição de vogal: de 1994 a 1999, de 1999 a 2009 e de 2005 a 2006.

 

Em Janeiro de 2010, foi nomeado representante do CSMP no Conselho de Fiscalização do Sistema Integrado de Informação Criminal.

 

Autor de artigo publicado sobre utilização de sistema de videovigilância pelas forças e serviços de segurança, em locais públicos, o magistrado é co-autor de livros na área do Trabalho. Foi também júri em concursos no Centro de Estudos Judiciários.

Ver comentários
Saber mais Amadeu Guerra procuradora-geral da República direcção do DCIAP
Outras Notícias