Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Amazon processa 1.114 utilizadores por falsas avaliações

A empresa de retalho virtual Amazon vai processar 1.114 utilizadores por apreciações falsas com o intuito de aumentar a procura de alguns produtos. A Amazon diz que a sua reputação está a ser afectada por estas avaliações.

10ª Amazon - marca avaliada em 37,948 milhões de dólares (33,84 milhões de euros)
Bloomberg
André Vinagre andrevinagre@negocios.pt 19 de Outubro de 2015 às 11:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Mais de mil utilizadores do portal de venda a retalho Amazon vão ser processados pela empresa norte-americana por terem feito avaliações falsas a alguns produtos com a intenção de os promover, noticiou este domingo, 18 de Outubro, a BBC.

 

A Amazon diz que a sua reputação está a ser prejudicada devido a estas avaliações "falsas, enganadoras e não autênticas" e que muitas destas falsas avaliações são pagas por empresas para aumentar o interesse nos seus produtos.

 

O processo judicial, interposto em Seattle, nos Estados Unidos da América, é contra desconhecidos, já que a empresa ainda não sabe os nomes verdadeiros de quem fez as avaliações fraudulentas.

 

A empresa diz que detectou várias tentativas de vendedores a aliciar utilizadores a dar avaliações de cinco estrelas aos seus produtos no site de ofertas de serviços e tarefas Fiverr.com.

 

O Fiverr não é um dos alvos do processo da Amazon e, segundo a BBC, o site está a ajudar a Amazon a resolver a questão.

 

A Amazon diz mesmo que as falsas apreciações de cinco estrelas valem apenas 5 dólares (4,4 euros).

 

"Mesmo que sejam poucas, estas avaliações podem afectar a confiança que os consumidores e a maioria dos vendedores e produtores tem na Amazon", disse a empresa na queixa que apresentou na sexta-feira, 16 de Outubro.

Ver comentários
Saber mais Amazon avaliações falsas Fiverr
Outras Notícias