Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Antigo mayor de Nova Orleães condenado a 10 anos de prisão

Ray Nagin foi declarado culpado dos crimes de suborno, fraude electrónica, conspiração, lavagem de dinheiro e evasão fiscal, crimes praticados nos anos de reconstrução da cidade, devastada pelo furacão Katrina em 2005.

Negócios 09 de Julho de 2014 às 19:09

O antigo mayor de Nova Orleães, Ray Nagin, foi condenado esta quarta-feira, 9 de Julho, a 10 anos de prisão por corrupção praticada nos anos críticos de reconstrução que se seguiram ao furacão Katrina, que devastou a cidade em 2005.

 

Em Fevereiro, um júri declarou Nagin culpado dos crimes de suborno, fraude electrónica, conspiração, lavagem de dinheiro e evasão fiscal, segundo a Reuters.  

 

A juíza responsável pelo caso, Helen Ginger Berrigan, justificou a aplicação de uma pena de prisão menor do que o recomendado pelas directrizes federais citando a devoção de Nagin à sua família e o seu compromisso em ajudar a população de Nova Orleães

 

Ray Nagin recebeu indicação do tribunal para se entregar e começar a cumprir a sentença o mais tardar até 8 de Setembro. Com bom comportamento, o antigo mayor poderá sair da prisão dentro de oito anos e meio.

 

Além da pena de prisão, o tribunal condenou Nagin, que terá recebido subornos no total de 500 mil dólares (cerca de 367 mil euros) ao pagamento de 84 mil dólares à receita federal.

 

Ray Nagin, de 58 anos, passou de empresário na área da televisão por cabo a mayor de Nova Orleães, em 2002, com a promessa de uma liderança ética. Quatro anos depois foi reeleito. 

Ver comentários
Saber mais Nova Orleães Ray Nagin Katrina crime lei e justiça política
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio