Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bank of America obrigado a pagar indemnização a trabalhador que esteve preso

A Merril Lynch, do Bank of America, foi condenada a pagar mais de 150 mil reais a antigo banqueiro por cinco dias que passou na prisão.

Maria Ribeiro 13 de Março de 2013 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Um tribunal brasileiro ordenou que a empresa Merril Lynch, do Bank of America, pagasse uma indemnização a Alexandre Caiado. Segundo o tribunal, Caiado terá de ser indemnizado pelos cinco dias que passou na cadeira, consequência de uma investigação que o ligava a acções ilegais dentro da companhia, como consultor financeiro.

 

Caiado, de 42 anos, terá de receber uma compensação na ordem dos 150.000 reais, cerca de 58.715 euros, uma vez que não foi considerado culpado das acusações de que estaria a auxiliar alguns clientes a fazer transferências ilegais para o estrangeiro. A investigação nomeou cerca de 18 banqueiros, onde Caiado estaria incluído.

 

De acordo com a Bloomberg, o documento oficial do Tribunal justifica a compensação ao trabalhador por este ter sofrido de “danos morais”, no decorrer da investigação, e que não tinha sido provada a sua culpa.

 

Apesar de tudo isso, Bill Haldin, porta-voz da Merril Lynch afirmou que a responsabilidade neste processo não era da companhia uma vez que Caiado teria sido preso por “assuntos que não envolviam nenhuma actividade na Merril Lynch”

 

Alexandre Caiado discorda totalmente desta teoria, dizendo que vai continuar a exigir uma indemnização ainda maior.

Ver comentários
Saber mais Bank of America justiça indemnização
Mais lidas
Outras Notícias