Justiça CM: Sócrates terá dividido dinheiro que estava no BES por seis bancos e gerou o alerta nos investigadores

CM: Sócrates terá dividido dinheiro que estava no BES por seis bancos e gerou o alerta nos investigadores

No final de 2013 o ex-primeiro-ministro terá repartido a fortuna de 25 milhões de euros por seis bancos, devido a receios com a crise no banco, o que terá levantado suspeitas junto dos investigadores, avança o Correio da Manhã.
CM: Sócrates terá dividido dinheiro que estava no BES por seis bancos e gerou o alerta nos investigadores
Hugo Correia/Reuters
Negócios 26 de novembro de 2014 às 08:41

Terá sido a divisão do dinheiro que estava depositado no BES por outras seis instituições financeiras que gerou o alerta dos investigadores, noticia o Correio da Manhã esta quarta-feira.

 

Segundo o jornal, em 2010 José Sócrates repatriou os 25 milhões de euros que detinha no UBS, através de uma conta titulada pelo amigo Carlos Santos Silva. Contudo, devido aos rumores de problemas no Grupo Espírito Santo, Sócrates terá decidido no final de 2013 dividir este dinheiro por seis outros bancos: CGD, BCP, BPI, Deutsche Bank, Barclays e Montepio.

 

Foram estes movimentos que terão gerado o alerta nos investigadores para lançar a "Operação Marquês", refere o Correio da Manhã, dando conta que dos 25 milhões de euros transferidos para Portugal através do Regime Extraordinário de Regularização Tributária

(RERT), restam 20 milhões.

 

Ainda na edição de hoje, o Correio da Manhã adianta que o despacho de interrogação dos arguidos que o Ministério Público apresentou em tribunal e foi entregue aos advogados tem mais de 800 páginas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI