Justiça Ex-banqueiro do HSBC condenado num processo de 1,6 mil milhões de fuga ao fisco

Ex-banqueiro do HSBC condenado num processo de 1,6 mil milhões de fuga ao fisco

Peter Braunwalder foi condenado por ter ajudado clientes a esconder ativos num valor total de 1,6 mil milhões de euros.
Ex-banqueiro do HSBC condenado num processo de 1,6 mil milhões de fuga ao fisco
Bloomberg
Negócios 07 de agosto de 2019 às 11:30

O antigo presidente executivo da banca privada do HSBC na Suíça foi considerado culpado por ajudar clientes ricos a esconder ativos avaliados em 1,6 mil milhões de euros, de acordo com a Bloomberg.

 

Peter Braunwalder foi condenado ao pagamento de uma multa de 500 mil euros e a um ano de pena de prisão, com a pena suspensa, de acordo com a decisão do tribunal de Paris, citado pela Bloomberg.

 

O gestor admitiu ter ajudado os clientes a fugirem aos impostos entre 2006 e 2007, ao abrirem contas no banco suíço de forma clandestina e a contraírem empréstimos falsos.

 

Peter Braunwalder, de 65 anos, reformou-se do HSBC há uma década.


Esta decisão judicial surge cerca de um ano e meio depois de o HSBC ter pago 300 milhões de euros para resolver o processo judicial

 

 




Marketing Automation certified by E-GOI