Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy acusado de corrupção activa

Depois de várias horas de interrogatório, o ex-chefe de Estado francês foi acusado dos crimes de corrupção activa, tráfico de influências e violação do segredo de justiça.

A carregar o vídeo ...
France’s Sarkozy Faces Influence Peddling Charges
Rita Faria afaria@negocios.pt 02 de Julho de 2014 às 07:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 14
  • ...

O antigo chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy, foi acusado de corrupção activa, tráfico de influências e violação do segredo de justiça, informou, durante a noite desta terça-feira, a procuradoria francesa, avança a imprensa internacional.

 

Na segunda-feira, o antigo presidente de França foi detido para averiguações e passou mais de 15 horas em interrogatórios perante a polícia judicial especializada em infracções financeiras e fiscais e outras três horas perante os juízes, nos arredores de Paris. Esta foi a primeira vez que um ex-chefe de Estado foi colocado sob custódia para interrogatório.

 

A detenção de Sarkozy segue-se à do seu advogado, Thierry Herzog e do juiz do Supremo Tribunal, Albert Azibert, ambos suspeitos de estarem envolvidos numa rede que tinha como objectivo manter a Presidência informada sobre as investigações em curso.

 

Tudo começou com umas escutas feitas a Nicolas Sarkozy no âmbito das investigações que decorrem ao caso de financiamento ilegal pelo regime líbio, na altura liderado pelo coronel Muammar Khadafi, à sua campanha eleitoral para as presidenciais de 2007. Numa conversa com o seu advogado, os investigadores encontraram indícios de que Sarkozy manteria ligações com altos quadros da justiça e polícia francesas.

 

Alegadamente, Sarkozy criou uma "rede" de informadores que o mantinham ao corrente da evolução dos processos judiciais que o ameaçam entre 2007 e 2012. De acordo com a teoria, Herzog, o advogado de Sarkozy, ajudou o ex-chefe de Estado em troca de ajuda para conseguir um alto cargo na administração do Mónaco.  

 

 

Ver comentários
Saber mais chefe de Estado Nicolas Sarkozy França Thierry Herzog juiz do Supremo Tribunal Albert Azibert política
Mais lidas
Outras Notícias