Justiça José Sócrates vai continuar a ser interrogado esta segunda-feira

José Sócrates vai continuar a ser interrogado esta segunda-feira

O antigo primeiro-ministro continuará a ser ouvido amanhã, no Campus da Justiça, disse o advogado do antigo primeiro-ministro, João Araújo.
A carregar o vídeo ...
Negócios 23 de novembro de 2014 às 21:01

José Sócrates, que esteve hoje a ser ouvido pelo juiz Carlos Alexandre no Tribunal Central de Instrução Criminal, voltará amanhã, às 09h15, ao Campus da Justiça para o interrogatório.

 

Questionado sobre o estado de espírito de José Sócrates, o seu advogado João Araújo respondeu: "Está óptimo, está melhor do que eu. (…) Está com um estado de espírito forte".

 

Às questões dos jornalistas sobre se Sócrates tinha prestado declarações ao juiz, o advogado respondeu com outra pergunta: "O que é que acha que ele lá esteve a fazer estas horas todas? João Araújo disse ainda que amanhã fará uma declaração.

 

O ex-primeiro-ministro - detido no aeroporto na sexta-feira à noite, quando regressava de Paris - passa assim a terceira noite preso. Fonte policial adiantou à Lusa que José Sócrates permanecerá no Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, em Moscavide.

 

Os restantes três arguidos – Carlos Santos Silva, empresário, Gonçalo Trindade Ferreira, advogado, e João Perna, motorista de Sócrates, estes últimos detidos ainda na quinta-feira – foram já transportados para as instalações da Polícia Judiciária.

 

Esta operação envolveu 53 buscas nas quais intervieram 80 inspectores tributários, 6 peritos informáticos, 4 verificadores aduaneiros, 67 agentes da PSP do comando de Lisboa e 43 viaturas, segundo a CMTV.

 

Uma das medidas de coacção neste processo de presumível corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais, denominado "Operação Marquês", poderá ser a prisão preventiva, que é decretada quando existe perigo de fuga, de perturbação do inquérito ou risco de ocultação de provas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI