Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Messi e pai do futebolista condenados a 21 meses de prisão por fraude fiscal

O futebolista argentino e o seu pai foram condenados a 21 meses de prisão por fraude fiscal. Segundo o jornal catalão El Periódico como se trata a uma pena inferior a 24 meses nenhum dos arguidos deverá ter de ingressar na prisão.

Reuters
Negócios 06 de Julho de 2016 às 11:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

Já é conhecida a sentença de Lionel Messi e do seu pai, Jorge Horacio Messi, no caso de fuga ao fisco no valor de 4,1 milhões de euros nos anos fiscais de 2007, 2008 e 2009.

Segundo o jornal catalão El Periódico o tribunal de Barcelona condenou esta quarta-feira, 6 de Julho, o avançado argentino e o seu pai a uma pena de prisão de 21 meses pelo crime de fraude fiscal. A pena de prisão é igual para ambos.

Num comunicado emitido pelas autoridades judiciárias e citado pela agência Reuters é referido que os dois arguidos poderão recorrer desta sentença junto do supremo espanhol.

 

No entanto como refere o El Periódico as penas inferiores a 24 meses de prisão permitem que o cumprimento das mesmas seja feito em liberdade condicional, pelo que nem Messi nem o seu pai terão de ingressar efectivamente na prisão.

  

O tribunal catalão ordenou ainda a Leo Messi o pagamento de cerca de 2 milhões de euros e a Horacio Messi o pagamento de 1,5 milhões de euros. 

Pai e filho estavam acusados de terem defraudado a autoridade fiscal espanhola em 4,1 milhões de euros e apesar de terem solicitado a absolvição justificando que ambos tinham sido "assessorados por um prestigiado grupo de advogados especializados em direito tributário e desportivo", as autoridades espanholas acabaram por considerar que tanto Messi como o seu pai tiveram responsabilidade directa no crime de fraude fiscal.


(Notícia actualizada às 12:05)

 

Ver comentários
Saber mais Lionel Messi Jorge Horacio Messi Espanha Impostos
Mais lidas
Outras Notícias