Justiça Ministério Público propõe à Galp pagamento de 25 mil euros para fechar “Galpgate”

Ministério Público propõe à Galp pagamento de 25 mil euros para fechar “Galpgate”

O Ministério Público propôs que todos os arguidos do caso “Galpgate” paguem um montante para pôr fim ao processo. O mais elevado foi proposta à Galp, 25 mil euros, enquanto o mais baixo, de 650 euros, foi dirigido à então chefe de gabinete de João Vasconcelos, revela a revista Sábado.
Ministério Público propõe à Galp pagamento de 25 mil euros para fechar “Galpgate”
João Santos
Negócios 15 de novembro de 2019 às 14:00

O Ministério Público propôs à Galp que pague 25 mil euros para encerrar o caso Galpgate, avança a revista Sábado. Os valores propostos vão dos 650 euros aos 25 mil euros, adianta a publicação.

Em causa está a investigação às viagens pagas pela Galp a membros do Governo de António Costa. 

O "Galpgate" rebentou a 3 de Agosto de 2016 quando a revista Sábado avançou que o então secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, tinha viajado a convite da Galp para assistir ao jogo Portugal-Hungria a 22 de Junho na cidade de Lyon durante o campeonato europeu de futebol em França.

O caso revestiu-se de particular importância pois Rocha Andrade tutelava a Autoridade Tributária com quem a Galp mantém vários diferendos fiscais em tribunal, entre os quais a Contribuição Extraordinária sobre o Sector Energético (CESE).




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI