Justiça Nissan e Ghosn fecham acordos milionários com a SEC

Nissan e Ghosn fecham acordos milionários com a SEC

O regulador americano decidiu avançar com processos contra a Nissan e os seus gestores. A fabricante automóvel japonesa fechou um acordo de 15 milhões de dólares. Já Carlos Ghosn acordou pagar um milhão de dólares, ficando 10 anos proibido de exercer funções.
Nissan e Ghosn fecham acordos milionários com a SEC
Bloomberg
Negócios 23 de setembro de 2019 às 15:44

O regulador do mercado americano, a SEC, avançou com processos contra a Nissan e os seus gestores por falhas nas declarações financeiras. A fabricante automóvel japonesa, o ex-presidente Carlos Ghosn e o administrador Greg Kelly fecharam acordos com as autoridades americanas, sem assumirem ou negarem a sua culpa no processo.

 

A Nissan chegou a acordo com a SEC e vai pagar 15 milhões de dólares para pôr fim a acusações de falsas declarações financeiras, com ausência de informação sobre prémios remuneratórios pagos aos gestores e informação falsa dada aos investidores.

 

Já o antigo presidente da Nissa, Carlos Ghosn fechou um acordo no valor de um milhão de dólares, ficando inibido de exercer funções durante 10 anos.

 

Greg Kelly, ex-administrador da Nissan também fechou um acordo, pagando 100 mil dólares e, como pena assessória, fica proibido de exercer funções de gestão durante cinco anos e suspenso, também durante cinco anos, da prática de advocacia.




Marketing Automation certified by E-GOI