Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novo provedor de Justiça recusa-se a avaliar "actos políticos"

José Francisco de Faria Costa promete a defesa cerrada dos direitos fundamentais e vê como positiva a "parcimónia" nos pedidos de fiscalização da constitucionalidade.

Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 24 de Julho de 2013 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

"O acto político está totalmente fora da sindicabilidade" e "sempre que, em total lealdade, considerar que estou perante um acto político, imediatamente paro", afirmou ontem no Parlamento José Francisco de Faria Costa, que hoje terá formalmente o aval da Assembleia da República para assumir o cargo de Provedor de Justiça, em substituição de Alfredo José de Sousa.

...

Ver comentários
Saber mais Novo Provedor de Justiça José Francisco de Faria Costa
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias