A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Procuradores e reguladores perto de fazer detenções no caso de manipulação das Libor

O Ministério Público dos Estados Unidos e os reguladores europeus estão perto de deter operadores e acusá-los de conluio para manipular as taxas de juro de referência globais, de acordo com pessoas com conhecimento das investigações.

Andreia Major amajor@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 11:25
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Os procuradores federais de Washington contactaram recentemente os advogados que representam alguns dos suspeitos, para notificá-los de acusações criminais e as detenções poderão estar para breve.

A informação foi avançada por duas fontes com conhecimento das investigações, que preferiram não ser identificadas devido à natureza confidencial da investigação, de acordo com a Reuters.

Os advogados de defesa, alguns dos quais representam os suspeitos, revelaram que os procuradores pretendem começar a fazer detenções e a apresentar acusações criminais dentro das próximas semanas.

Nas investigações financeiras de longo prazo é comum os procuradores entrarem em contacto com os advogados de defesa antes de formularem acusações oficiais, com o objectivo de darem uma hipótese aos suspeitos de cooperarem com a investigação ou então de fundamentarem a sua atitude, de acordo com a Reuters.

A perspectiva das acusações e detenções estarem para breve indica que os procuradores já têm bastantes informações de como os corretores dos principais bancos tentaram alegadamente influenciar a taxa interbancária Libor em Londres, bem como outras taxas globais que sustentam centenas de milhões de dólares em activos.

As acusações criminais irão surgir numa altura em que os reguladores se esforçam para multar os grandes bancos.

“As acusações criminais individuais não têm impacto sobre os movimentos de regulação contra os bancos”, disse uma fonte europeia que acompanha as investigações, citada pela Reuters.

“Mas os bancos esperam que os reguladores vejam, pelo menos, que o escândalo se deveu principalmente a comportamentos individuais de um grupo de operadores”, acrescentou a mesma fonte.
Ver comentários
Saber mais Libor manipulação Ministério Público justiça
Outras Notícias