LEX Dois escritórios de advogados no apoio jurídico à venda dos hotéis Tivoli
LEX

Dois escritórios de advogados no apoio jurídico à venda dos hotéis Tivoli

As firmas de advocacia CCA-Ontier e Cuatrecasas-Gonçalves Pereira asseguraram os serviços jurídicos da operação que levou à venda do Grupo Tivoli Hotels & Resorts ao grupo tailandês Minor. A transacção envolveu 294 milhões de euros.
Dois escritórios de advogados no apoio jurídico à venda dos hotéis Tivoli
Brno Simão
João Maltez 02 de fevereiro de 2016 às 15:52

As sociedades de advogados CCA-Ontier e Cuatrecasas-Gonçalves Pereira foram as responsáveis pela assessoria jurídica à operação de venda Grupo Tivoli Hotels & Resorts ao grupo tailandês Minor.

A CCA Ontier assessorou o Grupo Tivoli Hotels & Resorts no seu processo de reestruturação, que culminou na sua venda ao Grupo tailandês Minor.


O grupo tailandês Minor fechou oficialmente esta segunda-feira, 1 de Fevereiro, a aquisição dos hotéis Tivoli. O valor global da compra aproxima-se de 294 milhões de euros, entre a absorção do passivo e os negócios já adquiridos à empresa do antigo Grupo Espírito Santo.


A CCA-Ontier deu apoio jurídico ao Grupo Tivoli Hotels & Resorts, através de uma equipa coordenada pela sócia Rita Cruz. Estiveram ainda envolvidos, o sócio Henrique Salinas, no contencioso penal, que assegurou o levantamento do arresto que incidiu sobre os hotéis; Catarina Cristóvão, no contencioso civil; Bernardo Carvalho e Catarina Evaristo da Silva, na área de "corporate"; e no imobiliário Gonçalo Almeida Costa.


A Cuatrecasas-Gonçalves Pereira assessorou o grupo tailandês Minor International, um dos maiores grupos hoteleiros asiáticos, na compra do grupo Tivoli Hotels & Resorts em Portugal e no Brasil.

A equipa da Cuatrecasas-Gonçalves Pereira foi coordenada por Diogo Perestrelo, sócio do departamento de direito societário, e incluiu os sócios Nuno Sá Carvalho, responsável pela área de imobiliário; Rita Gouveia, sócia da área de contencioso; Paulo de Sá e Cunha, sócio responsável pela área de direito penal; e ainda Maria da Paz Tierno Lopes, sócia do escritório de São Paulo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI