LEX Penalista que defendeu o Benfica está de saída da PLMJ
LEX

Penalista que defendeu o Benfica está de saída da PLMJ

O penalista João Medeiros, que em conjunto com Rui Patrício e Paulo Saragoça da Matta defendeu o Benfica no caso e-toupeira, está de saída da sociedade de advogados PLMJ. É a sétima baixa de peso nos últimos nove meses.
Penalista que defendeu o Benfica está de saída da PLMJ
David Martins
João Maltez 02 de setembro de 2019 às 17:56

João Medeiros (na foto), um dos mais conhecidos especialistas em Direito Penal do País, vai deixar a sociedade de advogados PLMJ, segundo um comunicado da própria firma. O penalista é dado como reforço da Vieira da Almeida e Associados (VdA), situação que este escritório, contactado pelo Negócios, não confirma.

João Medeiros era sócio coordenador da área de Criminal, Contraordenacional e Compliance da PLMJ. Tem mais de 25 anos de experiência e é um dos mais reputados advogados de direito penal em Portugal. Distinguiu-se nos últimos anos em matérias de criminalidade económico-financeira. Um dos casos a que mais recentemente esteve ligado envolveu a defesa do Benfica no processo e-toupeira, em conjunto com Paulo Saragoça da Matta e Rui Patrício.

É mais uma baixa no núcleo restrito de sócios da PLMJ, depois das saídas, em julho, de Manuel Santos Vítor e de Nuno Cunha Barnabé, que transitaram para a sociedade Abreu Advogados. O primeiro liderou aquela sociedade entre 2008 e 2015. O segundo estava ligado às áreas de prática de corporate e de fiscal, a mesma do sócio João Magalhães Ramalho que integrou a firma Telles Advogados.

Em pouco mais de nove meses, esta firma de advocacia, uma dos maiores do País, viu sair sete dos seus sócios.

Tomás Pessanha, que também era sócio e estava ligado ao escritório do Porto, deixou aquele escritório, já este ano, tendo transitado para a Garrigues. Anteriormente, igualmente Pedro Melo, especialista em Direito Público, saiu da PLMJ e passou a sócio da Miranda & Associados. No final do ano passado também abandonou esta firma de advocacia o sócio José Ricardo Gonçalves, da área de Direito Penal e ligado ao escritório do Porto.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI