Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA sobem pela quarta sessão consecutiva com a Google em novo máximo

Os principais índices bolsistas dos EUA iniciaram a sessão a valorizar, prolongando a tendência de ganhos registada na semana passada. As acções da Google voltam a subir e a renovar um máximo histórico.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 21 de Outubro de 2013 às 14:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O S&P500 cresce 0,1% para 1.745,62 pontos e o Nasdaq avança 0,37% para 3.928,70 pontos. Já o Dow Jones é a excepção, ao descer 0,03% para 15.394,50 pontos.

 

As bolsas seguem assim a tendência de ganhos já iniciada a semana passada, naquele que foi o melhor período de cinco dias para o S&P500 desde Julho, devido aos resultados da Google, que superaram as estimativas, devido à especulação em torno da manutenção de estímulos por parte da Reserva Federal (Fed) dos EUA e ao fim do impasse em torno do aumento de dívida no país.

 

A AT&T, a maior operadora de telecomunicações dos EUA, sobe, animada pelo acordo de aluguer de, pelo menos, 9.700 torres de telecomunicações sem fios à Crown Castke por 4,85 mil milhões de dólares (cerca de 3,5 mil milhões de euros).

 

Já as acções da McDonald’s estão a descer, depois da maior empresa de cadeia de restaurantes do mundo ter anunciado as vendas do terceiro trimestre do ano, com os números a ficarem aquém do estimado pelos analistas consultados pela Bloomberg. As receitas da empresa norte-americana subiram 2,4% para se fixarem em 7,32 mil milhões de dólares (5,35 mil milhões de euros), o que fica aquém dos 7,33 mil milhões de dólares antecipados pela compilação de estimativas feita pela Bloomberg.

 

Em queda está também o JPMorgan Chase, depois de ter sido revelado que o maior banco dos EUA chegou a acordo com as autoridades americanas e vai pagar 13 mil milhões de dólares por más práticas no crédito à habitação.

 

As acções da Google, que superaram pela primeira vez na histórica os 1.000 dólares na semana passada, seguem pouco alteradas, mas ainda assim, com um ganho de 0,12% para 1.012,87 dólares, tendo inclusivamente atingido um novo máximo histórico ao tocar nos 1.019 dólares.

Ver comentários
Saber mais Dow Jones Nasdaq S&P500 bolsas EUA Wall Street
Outras Notícias