Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Criação de emprego nos EUA em junho foi 50% acima do esperado

A taxa de desemprego nos EUA baixou de 13,3% em maio para 11,1% em junho, uma evolução mais positiva do que o esperado pelos analistas.

Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 02 de Julho de 2020 às 13:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A reabertura parcial da economia nos EUA após o confinamento devido à pandemia da covid-19 permitiu a criação de 4,8 milhões de empregos no mês de junho, um valor 50% acima das estimativas dos analistas, que previam que fossem gerados 3,2 milhões de postos de trabalho, revelou esta quinta-feira o Departamento do Trabalho norte-americano.

Os setores do lazer e hospitalidade registaram um aumento de 2,1 milhões de empregos, destaca o comunicado. No entanto, o total de empregados ainda é 14,7 milhões inferior aos níveis de fevereiro.

Já a taxa de desemprego desceu para 11,1% em junho, menos 2,2 pontos percentuais do que os 13,3% registados em maio. A estimativa média dos analistas apontava para uma descida mais modesta na taxa de desemprego na maior economia mundial com o consenso a fixar-se nos 12,5%.

O número de desempregados diminuiu em 3,2 milhões, para 17,8 milhões de pessoas.

O Departamento do Trabalho nota, contudo, que "apesar do desemprego ter caído em maio e junho, a taxa de desemprego encontra-se 7,6 pontos percentuais acima dos valores de fevereiro e o número de desempregados é superior em 12 milhões de pessoas".

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Departamento do Trabalho desemprego
Mais lidas
Outras Notícias