Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lula da Silva espera voltar ao Governo quinta-feira

Numa manifestação a favor de Dilma Rousseff, o ex-Presidente diz nunca ter visto tanto ódio no país. E acredita que o Supremo vai reverter o impedimento de assumir a Casa Civil. Já quanto à destituição diz ser um golpe para Temer assumir a Presidência.

Negócios 02 de Abril de 2016 às 19:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Numa manifestação a favor da Presidente Dilma Rousseff, o ex-Presidente Lula da Silva disse, este sábado, 2 de Abril, que assumirá o seu cargo no Governo na quinta-feira, se o plenário do Supremo Tribunal Federal aceitar.

Citado pela Folha de São Paulo, Lula da Silva declarou: "Na próxima quinta-feira, se tudo der certo, se a Corte Suprema aceitar, eu estarei assumindo o ministério. Eu volto para ajudar a companheira Dilma, ajudar de verdade, andar de mão dada com ela e com vocês". Em Fortaleza, numa manifestação contra a destituição da actual Presidente, o ex-presidente disse estar convencido que na próxima semana assumirá o seu cargo como chefe da Casa Civil.

Lula chegou a tomar posse, mas acções junto do Tribunal reverteram o acto. Espera agora nova decisão. Na altura, o magistrado Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, considerou haver "desvio de finalidade" na assumpção de um cargo ministerial de Lula da Silva. É que com esta entrada no Governo as investigações em casos judiciais deixariam de estar com o juiz Sérgio Moro para passarem para o Supremo. É esta decisão de Gilmar Mendes que vai, agora, a plenário, que poderá manter ou revogá-la.

Lula da Silva aproveitou a manifestação para atacar Michel Temer, vice-presidente do Governo pelo PMDB, que ainda recentemente decidiu romper com o governo de Dilma. O PMDB era o partido aliado do PT no Governo de Dilma Rousseff. E se Dilma cair, será Temer a assumir a Presidência. Por isso, Lula da Silva - que declarou nunca ter visto no Brasil um clima de ódio como o actual - vê no processo de destituição ("impeachment") um golpe.

Citado pela Globo, Lula disse em Fortaleza: "Eu perdi muitas eleições. E eu quero que ele [Temer] aprenda sobre as eleições. O Temer é um professor de direito e sabe que o que estão fazendo é um golpe. E isso, ele sabe que vão cobrar é dos filhos dele, é do neto dele, amanhã. Porque a forma mais vergonhosa de chegar ao poder é tentar derrubar um mandato legal.

A manifestação de Fortaleza sob o lema "Ato por mais democracia" teve lugar este sábado, 2 de Abril, sob chuva. A Secretaria de Segurança e Desenvolvimento Social do Ceará (SSPDS) estima a participação entre 10 mil e 12 mil pessoas. Já a organização coordenada pela Frente Brasil Popular fala em 65 mil pessoas, contra uma estimativa de 56 mil.

Ver comentários
Saber mais Lula da Silva Brasil Dilma Rousseff Casa Civil manifestação
Outras Notícias