Américas Novo presidente da Argentina diz a Merkel que quer fortalecer relação Mercosul-UE

Novo presidente da Argentina diz a Merkel que quer fortalecer relação Mercosul-UE

O Presidente eleito da Argentina disse esta sexta-feira à chanceler alemã que quer fortalecer as relações bilaterais e a ligação entre o Mercosul e a União Europeia, desde que a proteção dos setores mais vulneráveis seja garantida.
Novo presidente da Argentina diz a Merkel que quer fortalecer relação Mercosul-UE
Lusa 02 de novembro de 2019 às 10:15

"Espero que possamos fortalecer as relações, não só entre os nossos países, mas também entre o Mercosul e a União Europeia, garantindo sempre a proteção dos setores mais vulneráveis", disse Alberto Fernández, numa mensagem divulgada na rede social Twitter.

O Presidente eleito, que venceu as eleições presidenciais no domingo passado e tomará posse a 10 de dezembro, respondia a Angela Merkel, que, através do seu porta-voz, Steffen Seibert, felicitou Fernández pela vitória.

Em junho, o Mercosul - composto pelo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - conseguiu selar, após duas décadas de negociações, um acordo comercial com a UE, que, para entrar em vigor, deve ser aprovado pelos parlamentos dos países de cada bloco, alguns dos quais já demonstraram relutância em relação ao pacto.

Fernández, embora não se tenha recusado a avançar com o acordo, expressou dúvidas sobre os possíveis efeitos negativos para a Argentina.

Na mensagem de sexta-feira no Twitter, Seibert disse que a chanceler alemã felicitou o recém-eleito Presidente com a convicção de que a Alemanha "irá continuar a ser um parceiro de confiança" de Buenos Aires.

Merkel, que visitou a Argentina pela última vez há um ano, para a cimeira do G20, manteve uma boa relação com o Presidente cessante, Mauricio Macri, derrotado nas urnas por Fernandez.




Marketing Automation certified by E-GOI