Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedido de prisão de Lula será decidido pelo juiz Moro

Magistrada a quem o Ministério Público do Estado de São Paulo havia pedido a prisão preventiva do ex-presidente do Brasil enviou o caso para Curitiba, sede da operação Lava Jato conduzida pelo novo "herói" dos brasileiros.

10. Sérgio Moro
Negócios 14 de Março de 2016 às 20:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O pedido de prisão preventiva de Lula da Silva, formulado pelo Ministério Público de São Paulo no rescaldo do escândalo que envolve o triplex alegadamente do ex-presidente em Guarujá (cidade costeira do Estado), vai afinal ser avaliado pelo juiz Sérgio Moro (na foto) que, em Curitiba (no sul do Brasil), conduz a operação Lava Jato.


A decisão foi tomada nesta segunda-feira, 14 de Março, por uma juíza de São Paulo com o argumento de que a investigação conduzida pelo Ministério Público do Estado já é "objecto de apuração e processamento" pela Lava Jato. "É inegável a conexão, com interesse probatório entre ambas as demandas, havendo vínculo dos delitos por sua estreita relação", refere a juíza.

Pela primeira vez, um elemento do Ministério Público pedira a prisão do ex-presidente, acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica por supostamente ocultar a propriedade do triplex. O apartamento de 215 metros quadrados, que Lula disse não ter, afinal,  comprado por ser "pequeno" e "desadequado", tem sido usado pela sua família embora esteja oficialmente registado em nome da construtora OAS, uma das investigadas pela Lava Jato – operação que está a desmontar a maior rede de corrupção, centrada na Petrobras e com ligações, em particular, ao Partido dos Trabalhadores de Lula e de Dilma Rousseff.


O pedido do MP de São Paulo gerou diversas críticas por ter sido apresentado de forma algo sensacionalista. Os promotores paulistas escreviam, por exemplo, que enquanto famílias se viram "despojadas do sonho da casa própria", o ex-Presidente "se viu contemplado com um triplex à beira da vistosa praia das Astúrias na cidade de Guarujá com direito a outras benesses, tais como: pagamento de reforma integral no imóvel para proporcionar mais bem-estar à família, instalação de elevador privativo entre os três andares para evitar utilização das escadas, pagamento integral de móveis planejados na cozinha, área de serviço, dormitórios; enfim, em todos os ambientes da casa com a inserção, outrossim, de electrodomésticos tudo às custas do generoso José Aldemário Pinheiro Filho, responsável directo pela OAS Empreendimentos".

A actuação da justiça em São Paulo contraria o registo de seriedade com que o processo maior, o Lava Jato, tem sido conduzido por Sérgio Moro, o novo "herói" dos brasileiros que, neste domingo, fizeram a maior manifestação de que há registo no país. Três milhões encheram as ruas em marcha contra a corrupção, pedindo o afastamento de Dilma Rousseff da presidência e a prisão de Lula. A manifestação pró-Partido dos Trabalhadores foi cancelada.

Ver comentários
Saber mais Lula da Silva Ministério Público de São Paulo Sérgio Moro Curitiba Brasil Lava Jato
Mais lidas
Outras Notícias