Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda do desemprego nos EUA anima Wall Street

As praças do outro lado do Atlântico abriram em alta, impulsionadas pelo anúncio de que a taxa de desemprego dos Estados Unidos desceu para um mínimo de mais de cinco anos em Dezembro, ao fixar-se nos 6,7%.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 10 de Janeiro de 2014 às 14:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O número de contratações em Dezembro aumentou ao ritmo mais lento desde Janeiro de 2011, mas os dados da taxa de desemprego estão a pesar mais na tendência da negociação bolsista.

 

Foram contratados 74.000 novos empregados nos EUA no mês passado, menos do que a projecção mais pessimista apontada pelos analistas inquiridos pela Bloomberg. A estimativa média dos analistas era de 197.000 novos contratos de trabalho.

 

O índice industrial Dow Jones segue a ganhar 0,18%, fixando-se nos 16.473,91 pontos. Já o tecnológico Nasdaq valoriza 0,32%, a negociar nos 4.169,50 pontos, sustentado sobretudo pela Apple e pela Microsoft.

 

O Standard & Poor’s 500, por seu lado, soma 0,2% para se estabelecer nos 1.841,94 pontos.

 

A Apple e a Microsoft lideram os ganhos no sector tecnológico, a subirem perto de 1%.

 

A Gap está a negociar em terreno positivo, a subir mais de 1,5%, depois de ter anunciado que o seu lucro anual deverá ficar em linha com as perspectivas mais optimistas.

 

A Abercrombie & Fitch dispara 15%, animada pelo facto de ter revisto em alta as estimativas para os lucros do ano.

 

Do lado das perdas, destaque para a Alcoa, que segue a cair mais de 6% depois de ontem ter apresentado, após o fecho da sessão, resultados que ficaram aquém do esperado.

Ver comentários
Saber mais Apple EUA Standard & Poor's 500 Nasdaq Dow Jones
Outras Notícias