Américas Trump promete represálias contra a China e questiona: “Quem é o nosso maior inimigo. Powell ou Xi?”

Trump promete represálias contra a China e questiona: “Quem é o nosso maior inimigo. Powell ou Xi?”

O presidente dos Estados Unido informou que vai responder às tarifas da China ainda esta sexta-feira, até porque os Estados Unidos não precisam daquele país. Os ataques estenderam-se à Fed, que segundo Trump é fraca. "Temos um dólar forte e uma Fed fraca", escreveu no Twitter.
Trump promete represálias contra a China e questiona: “Quem é o nosso maior inimigo. Powell ou Xi?”
Reuters
Rita Faria 23 de agosto de 2019 às 16:30

Poucas horas depois de a China ter anunciado novas tarifas sobre 75 mil milhões de dólares de bens importados dos Estados Unidos, Donald Trump garantiu que a decisão de Pequim não vai ficar sem resposta.

No Twitter, o líder da Casa Branca informou que os Estados Unidos vão "responder às tarifas da China esta sexta-feira à tarde", e disse que as empresas norte-americanas devem começar "imediatamente" a procurar alternativas à China.

Além disso, o presidente informou que vai ordenar a todas as transportadoras, incluindo a Fed Ex, Amazon, UPS que recusem todas as entregas de Fentanyl provenientes da China, um medicamento que, segundo Trump, mata 100 mil americanos por ano.

"O presidente Xi disse que isto ia parar – e não parou. A nossa economia, devido aos ganhos dos últimos dois anos e meio, é MUITO maior do que a chinesa. Vamos mantê-la assim", escreveu Trump na rede social.   

Tal como já havia feito antes, o presidente norte-americano atacou a segunda maior economia do mundo, acusando-a de roubar propriedade intelectual aos Estados Unidos.

"O nosso país perdeu, estupidamente, biliões de dólares com a China durante muitos anos. Eles roubaram a nossa propriedade intelectual a uma taxa de centenas de milhares de milhões de dólares por ano e querem continuar. Eu não vou deixar isso acontecer!", escreveu.

E acrescentou: "Nós não precisamos da China e, francamente, seria muito melhor sem eles. As vastas quantias de dinheiro feitas e roubadas pela China aos Estados Unidos, ano após ano, durante décadas, têm e vão parar. As nossas grandes empresas americanas devem começar imediatamente a procurar uma alternativa à China, trazendo as suas empresas para casa e fazendo os seus produtos nos EUA".

Além da China, Trump atacou o presidente da Fed, Jerome Powell, que não deu indicações concretas sobre novos cortes de juros nos Estados Unidos, como tem sido pedido por Trump.

"Como de costume, a Fed não fez NADA! É incrível como podem "falar" sem saber ou perguntar o que vou fazer, e o que será anunciado. Temos um dólar forte e uma Fed muito fraca", atirou Trump, acrescentando: "A minha única questão é, quem é o nosso maior inimigo, Jay Powell ou o presidente Xi?"




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI