Ásia Economia japonesa com maior contração em cinco anos. Fantasma de recessão ressurge.

Economia japonesa com maior contração em cinco anos. Fantasma de recessão ressurge.

A economia japonesa sofreu uma contração de 6,3% no último trimestre de 2019, a maior desde 2014. O impacto do coronavírus poderá levar o país a nova quebra no PIB no primeiro trimestre, levando a uma recessão técnica.
Economia japonesa com maior contração em cinco anos. Fantasma de recessão ressurge.
Pedro Curvelo 17 de fevereiro de 2020 às 00:32

A economia japonesa sofreu uma contração de 6,3% em termos anualizados no último trimestre do ano passado, um valor muito superior à quebra de 3,55% esperada pelos analistas, indicou na madrugada desta segunda-feira o Governo nipónico.

O PIB japonês foi penalizado pela subida nos impostos sobre as vendas e por um tufão, resultando na maior descida desde o segundo trimestre de 2014, quando a economia nipónica contraiu 7,4%, após o Governo ter aumentado os impostos sobre as vendas.

Os gastos com o consumo recuaram 2,9% no trimestre após a taxa sobre as vendas ter sido aumentada em outubro de 8 para 10%. Também em outubro, o tufão Hagibis afetou severamente grande parte do país.

Também as exportações recuaram 0,1%, afetadas pelas tensões comerciais entre os EUA e a China.

Os analistas esperavam que a economia japonesa recuperasse no primeiro trimestre deste ano, com uma subida de 0,54%. Contudo, a incerteza quanto ao impacto do surto do coronavírus na China poderá refletir-se na evolução da economia do país do Sol nascente.

Caso o PIB volte a recuar este trimestre, o Japão entrará em recessão técnica – dois trimestres consecutivos de crescimento negativo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI