Mundo Ataques ao aeroporto de Istambul provocam 36 mortos(act)

Ataques ao aeroporto de Istambul provocam 36 mortos(act)

Foram registadas, ao fim do dia de terça-feira, duas explosões no aeroporto Ataturk, na capital da Turquia. As últimas informações apontam para 36 mortos e pelo menos 88 feridos.
Ataques ao aeroporto de Istambul provocam 36 mortos(act)
Bloomberg / Reuters / Getty Images
Negócios 28 de junho de 2016 às 20:45

São 36 as vítimas mortais e há pelo menos 147 feridos. É este o saldo mais recente avançado pelas autoridades turcas e divulgados pelas agências de notícias, após o triplo atentado suicida no aeroporto internacional de Ataturk, em Istambul.

O Ministério turco da Justiça, citado pela Reuters, contabilizava logo ao início da noite 10 mortes em virtude do atentado ao principal aeroporto do país esta terça-feira, 28 de Junho. No entanto, com o avançar da noite o número de vítimas contabilizadas foi aumentando.


Segundo a agência noticiosa inglesa, uma testemunha avançou à CNN Turk, subsidiária do canal de tv norte-americano na Turquia, que foram ouvidos disparos no parque de estacionamento do aeroporto, o maior daquele país. A cadeia de televisão, ainda citada pela Reuters, garantiu que uma fonte oficial turca terá confirmado que pelo menos uma explosão terá sido causada por um ataque suicida. Mais tarde viram-se filmagens com duas explosões quase em simultâneo, tendo sido posteriormente avançado que o ataque foi perpretado por três bombistas suicidas. 

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, também falou ao país, algumas horas depois deste ataque, tendo apelado a uma "luta conjunta" internacional. "Espero que o ataque ao aeroporto de Ataturk seja um ponto de viragem na luta comum em todo o planeta, com os países ocidentais a liderar, contra as organizações terroristas", referiu o chefe de Estado turco em comunicado divulgado à imprensa e citado pela Lusa.

 

Informações da televisão pública turca indicam que três kamikazes perpetraram o ataque cerca das 21:30 locais (20.30 em Lisboa), à entrada do terminal de saídas do aeroporto. Até ao momento, não há informação sobre a nacionalidade das vítimas, mas a televisão turca avançou que a maioria é turca.

 

O Ministério do Interior organizou um centro de crise, cancelou todos os voos e encerrou o aeroporto até às 08:00 de quarta-feira (07:00 em Lisboa). As autoridades impuseram um embargo aos órgãos de comunicação social sobre imagens relacionadas com os atentados.

 

O aeroporto Ataturk é o maior da Turquia e um dos mais movimentados do mundo. O ano passado 61 milhões de passageiros utilizaram as suas instalações.

 

A Turquia está em estado de alerta por ameaça terrorista e Istambul já este ano sofreu dois atentados suicidas atribuídos ao grupo extremista Estado Islâmico, que provocaram a morte a 15 pessoas. Em Ancara, dois atentados reivindicados pelo grupo armado "Falcões para a Liberdade do Curdistão" (TAK), próximo do ilegal Partido dos Trabalhadores do Curdistão, provocaram mais de 60 mortos.

Corriam já no final desta terça-feira, nas redes sociais, várias fotos alegadamente do ocorrido, em que se viam os táxis a serem utilizados para retirar feridos.

(notícia actualizada às 09:50 de quarta-feira)

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI