Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apple e China penalizam Wall Street

As praças norte-americanas abriram em baixa, pressionadas pela queda da Apple e pela subida de juros na China.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 05 de Abril de 2011 às 14:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As principais bolsas do outro lado do Atlântico abriram no vermelho, com a queda da Apple a contribuir para a tendência. A subida das taxas de juro na China para conter a inflação também está a influenciar o movimento negativo.

O índice industrial Dow Jones segue a ceder 0,20%, fixando-se nos 12.375,4 pontos. O S&P 500 regista um decréscimo de 0,19% para se estabelecer nos 1.330,33 pontos.

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,07%, a negociar nos 2.787,28 pontos.

A Apple cai mais de 1%, devido ao anúncio de que o seu peso no índice Nasdaq 100 irá diminuir, no âmbito de alterações destinadas a reflectir melhor o valor de mercado das empresas do sector. A representação da Apple neste índice irá ser cortada para 12,33% a 2 de Maio, contra os actuais 20,49%.

Em contrapartida, a ponderação da Microsoft e da Cisco mais do que duplicarão, anunciou o Nasdaq OMX Group, cotado pela Bloomberg. Estas duas tecnológicas estão a negociar em alta devido a este anúncio.

Ainda no mesmo sector, a Texas Instruments cede mais de 2%, depois de ter concordado em comprar a National Semiconductor por cerca de 6,5 mil milhões de dólares. Por seu lado, a empresa alvo de aquisição dispara em torno de 72%.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Dow Jones Nasdaq S&P 500 bolsas
Outras Notícias