Mundo Autor do atentado de Nice contou com a ajuda de cúmplices

Autor do atentado de Nice contou com a ajuda de cúmplices

O Ministério Público francês assegurou esta quinta-feira que os cinco suspeitos detidos no âmbito do atentado de Nice "planearam o ataque durante vários meses".
Autor do atentado de Nice contou com a ajuda de cúmplices
Reuters
Carla Pedro 21 de julho de 2016 às 18:19

O franco-tunisino Mohamed Lahouaiej-Bouhle, que a 14 de Julho avançou com um camião sobre de pessoas que celebravam o Dia da Bastilha, em Nice, teve cúmplices. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 21 de Julho, pelo Ministério Público.

O ataque "planeado durante meses" e que provocou a morte a 84 pessoas, além de deixar dezenas de feridos, levou o presidente François Hollande a prolongar o estado de emergência que terminava a 26 deste mês - foi a segunda extensão e, numa primeira fase, seria de apenas mais três meses, mas ontem foi anunciado que se estenderá por seis meses.

O Procurador François Molins disse, citado pelo The Guardian, que os cinco suspeitos actualmente sob custódia enfrentam acusações preliminares de terrorismo pelo alegado papel que desempenharam como cúmplices de Bouhlel.


Os suspeitos do atentado - já reivindicado pelo Daesh - são quatro homens (dois franco-tunisinos, um tunisino e um albanês) e uma mulher com dupla nacionalidade franco-albanesa, referiu Molins.

Próximos de Bouhlel contaram que ele só começou a mostrar sinais de radicalização há bem pouco tempo. No entanto, Molins afirmou que a informação recolhida do telemóvel do condutor do camião revelou pesquisas e fotos que indicaram que Bouhlel estava a preparar o ataque desde 2015.


(Notícia actualizada às 19:14)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI