Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Santander investirá mais de 12 mil milhões de euros no México

A presidente do grupo financeiro espanhol afirmou na sua primeira visita ao México que investirá 15 mil milhões de dólares no país nos próximos quatro anos. Ana Botín adiantou que o Santander México será em breve a principal filial do grupo.

Negócios 10 de Dezembro de 2014 às 13:19
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Ana Patricia Botín (na foto), na sua primeira visita ao México como presidente do Banco Santander, salientou que a sua filial no país latino americano situar-se-á nos próximos anos como a principal filial do grupo financeiro. Actualmente, o Santander México ocupa a terceira posição entre as divisões exteriores do banco espanhol, após o Brasil e Reino Unido.

 

Botín, em conferência de imprensa citada pela agência Efe, afirmou que "espera que o México seja o número um (...), que o México seja o [país] que mais aporte ao banco".A presidente do grupo salientou ainda que a filial mexicana vai crescer nos próximos anos com umas taxas superiores às do mercado e do PIB (produto interior bruto). 

 

De igual modo, Botín sublinhou que o Santander está pronto para financiar projectos do sector das telecomunicações, da energia e qualquer outro que esteja aberto ao investimento. Vamos apostar nas novas empresas tecnológicas que farão parte da economia do futuro e é "onde estarão os novos postos de trabalho", referiu a presidente da entidade.

 

Na conferência, Ana Patricia Botín comunicou que a entidade financeira investirá no México cerca de 15 mil milhões de dólares (cerca de 12 mil milhões de euros) para financiar projectos destinados a melhorar a rede de infra-estruturas do país asteca, assim como impulsar as pequenas e médias empresas (PME) mexicanas. Segundo a presidente, esta injecção será realizada nos próximos três ou quatro anos.

 

"O compromisso do Santander é investir 10 mil milhões de dólares (8.000 milhões de euros, aproximadamente) na área de infra-estruturas, e os restantes 5.000 milhões (cerca de 4.000 milhões de euros) em crédito às PME", concretizou.

 

A aposta do Santander no mercado ibero-americano é patente, já no passado 27 de Novembro durante a sua visita ao Brasil, a presidente do grupo anunciou um investimento de 10.000 milhões de dólares (cerca de 8.000 milhões de euros) no país sul-americano, novamente com o objectivo de financiar infra-estruturas.

 

Por outro lado, em referência à delicada situação política que vive o país presidido por Enrique Peña Nieto, a herdeira de Emilio Botín admitiu que há "coisas que não funcionam", que todos os países apresentam dificuldades, mas que o importante é resolver os problemas. "México está no umbral de uma grande transformação" graças às reformas estruturais promovidas pelo Governo de Peña Nieto e o Santander aproveitará todas as oportunidades de crescimento que se apresentem, adicionou.  

Ver comentários
Saber mais México Ana Patricia Botín presidente do Banco Santander Santander México Santander Brasil agência Efe Enrique Peña Nieto economia
Outras Notícias