Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brasil disponível para financiar crise da Zona Euro em troca de mais poder no FMI

O Brasil avançou ontem que os países emergentes estão disponíveis em fornecer mais financiamento para aliviar a crise da dívida da Zona Euro, em troca de mais poder dentro do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Andreia Major amajor@negocios.pt 27 de Fevereiro de 2012 às 09:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As declarações foram realizadas pelo Ministro das Finanças brasileiro Guido Mantega (na foto) na reunião dos ministros das Finanças do G20, no México.

Guido Mantega solicitou também aos países da Zona Euro que contribuíssem mais para o seu próprio financiamento, posição apoiada pelo Ministro britânico das Finanças, George Osborne, de acordo com o “BBC News”.

“Os países emergentes apenas irão ajudar sob duas condições, primeiro, desde que [os países da Zona Euro] reforcem as suas medidas de protecção ['firewall'] e utilizem melhor os fundos de estabilidade, e, segundo, desde que implementem as reformas do FMI acordadas em 2010 relativas aos direitos de voto”, com o objectivo de aumentar a participação das economias emergentes nas decisões do organismo, disse Mantega.

“Acredito que a maioria dos países partilhem uma opinião semelhante, de que os [países] europeus têm de reforçar a sua protecção”, acrescentou.

O Ministro das Finanças brasileiro e outros ministros das Finanças do G20 reiteraram a sua posição e manifestaram o seu interesse de que os países da Zona Euro aumentem o financiamento no Mecanismo de Estabilidade Europeu, o fundo criado para resgatar os países em dificuldades com a sua dívida soberana.

O Ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, disse que os países da Zona Euro irão ponderar no próximo mês o aumento da dimensão do Mecanismo de Estabilidade Europeu (MEE).

Em entrevista à “Sky News”, o Ministro das Finanças britânico declarou que “estava à espera que isto acontecesse”. “Estamos preparados para ponderar [o aumento] dos recursos do FMI, mas apenas se primeiro virmos a cor do dinheiro da Zona Euro, e ainda não vimos isso”, disse Osborne.
Ver comentários
Saber mais Brasil G20 reunião Zona Euro países MEE Mecanismo de Estabilidade Financeira FMI Fundo Monetário Internacional poder
Outras Notícias