Mundo China impõe tarifas sobre aço europeu já a partir desta terça-feira

China impõe tarifas sobre aço europeu já a partir desta terça-feira

Em março passado a China tinha já anunciado estas medidas 'antidumping', mas provisórias, a vários produtos de aço inoxidável provenientes destas regiões.
China impõe tarifas sobre aço europeu já a partir desta terça-feira
Reuters
Carla Pedro 22 de julho de 2019 às 22:32

A China vai impor a partir desta terça-feira, 23 de julho, medidas protecionistas ao aço da União Europeia, Japão, Coreia do Sul e Indonésia, acusando-os de levarem a cabo práticas de ‘dumping’ ao venderem abaixo dos preços de custo, provocando "um prejuízo substancial" à indústria local, anunciou o Ministério chinês do Comércio.

Os operadores que importam laminados e barras de aço inoxidável terão que pagar taxas entre 18,1% e 103,1% nos próximos cinco anos, segundo a mesma fonte, citada pela agência espanhola Efe.

Em março último, a China tinha já anunciado estas medidas 'antidumping', mas provisórias, a vários produtos de aço inoxidável provenientes destas regiões.

Foi em julho do ano passado que Pequim advertiu que iria investigar as importações de produtos de aço inoxidável da União Europeia (UE), Japão, Coreia do Sul e Indonésia para determinar se estes estariam a ser vendidos no país abaixo do preço de mercado. E concluiu que sim.

 

A decisão foi tomada depois da empresa Shanxi Taigang Stainless Steel - apoiada por outras quatro empresas do sector - ter solicitado às autoridades chinesas que iniciassem uma investigação sobre práticas de 'dumping' na venda de tarugos de aço inoxidável e placas de aço inoxidável laminado a quente importados desses países, referiu na ocasião a agência Lusa.

 

A investigação começou a 23 de julho de 2018 e termina amanhã, dia em que entram em vigor as tarifas punitivas.

 

O Ministério chinês do Comércio tinha dito que o prazo poderia ser prorrogado por mais um ano, até 23 de julho de 2020, caso se verificassem "circunstâncias excepcionais" – mas tal não aconteceu.

No ano passado, a China importou 1,8 milhões de toneladas de produtos de aço inoxidável, mais 53,7% do que em 2017, segundo os dados da Associação chinesa de Aço Inoxidável citados pela Reuters. 

Em 2016, recorde-se, era a União Europeia a decretar a imposição de tarifas "anti-dumping", que poderiam chegar aos 36,1%, às importações de vários tipos de aço produzidos na China e na Rússia. E precisamente por práticas de ‘dumping’.

Os Estados Unidos também têm estado atentos a este setor e ameaçaram impor taxas aduaneiras acrescidas sobre as importações de aço e alumínio oriundas da União Europeia, Canadá e México. Por enquanto, essa medida dos norte-americanos tem estado "congelada".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI