Mundo População síria recebe ajuda superior a nove mil milhões euros em 2016

População síria recebe ajuda superior a nove mil milhões euros em 2016

David Cameron anunciou que os países que se reuniram em Londres vão contribuir com mais de nove mil milhões de euros de apoio humanitário para a Síria. O secretário-geral da ONU já agradeceu este esforço dos líderes internacionais.
População síria recebe ajuda superior a nove mil milhões euros em 2016
Bloomberg
David Santiago 04 de fevereiro de 2016 às 20:13

Os líderes internacionais que se reuniram esta quinta-feira, 4 de Fevereiro, em Londres prometeram providenciar 10 mil milhões de dólares (9,1 mil milhões de euros) de ajuda humanitária à população síria, há já mais de cinco anos fustigada por uma guerra civil sem fim à vista e que já provocou centenas de milhares de mortos e milhões de deslocados.

 

Foi "um bom dia de trabalho", constatou David Cameron, primeiro-ministro britânico, que explicitou que aquele montante permitirá salvar vidas através do fornecimento de alimentos, cuidados médicos e construção de abrigos.

 

Cameron explicou que esta ajuda é somente relativa ao ano de 2016, tendo prometido que até 2020 serão angariados mais cinco mil milhões de dólares (4,6 mil milhões de euros). O político britânico evidenciou ainda regozijo pela "mais elevada verba alguma vez reunida em resposta a uma crise humanitária".

 

Neste encontro onde estiveram mais de 70 dirigentes mundiais, entre os quais Augusto Santos Silva, ministro português dos Negócios Estrangeiros, além do apoio monetário o chefe do governo britânico também revelou que serão construídas escolas e novos centros de acolhimento nos países vizinhos da Síria, nomeadamente o Líbano, a Jordânia e a Turquia, sem dúvida os estados que mais refugiados sírios acolhem.

 

Estes apoios humanitários têm como meta fundamental evitar que haja toda uma "geração síria perdida", acrescentou Cameron. O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, também se mostrou satisfeito pelo "grande sucesso" que representa o montante angariado pelos 60 países que se encontraram na capital inglesa.

 

"Nunca a comunidade internacional angariou tanto dinheiro, num único dia e para uma única crise", acrescentou o sul-coreano.

 

Do lado da União Europeia, segundo a BBC, foram angariados 3,3 mil milhões de dólares (cerca de 3 mil milhões de euros). Já a Alemanha comprometeu-se com um apoio de 2,3 mil milhões de euros até 2018.

 

Além das consequências regionais decorrentes da guerra civil síria, a Europa tem sido atingida pela vaga em massa de refugiados que diariamente tentam chegar a solo comunitário. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI