Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dilma Rousseff vem a Portugal

A ex-presidente brasileira estará em Lisboa no âmbito da conferência "Neoliberalismo, desigualdade, democracia sob ataque" a 15 de Março, no Teatro da Trindade. A organização é da Fundação José Saramago.

A ex-Presidente do Brasil Dilma Rousseff lamentou a morte de Mário Soares, recordando-o 'como um militante da liberdade', numa mensagem que pode ser lida num blogue. No 'Blog do Alvorada', a Presidente destituída do Brasil refere-se a Mário Soares como alguém 'adorado pelo povo e respeitado pelos adversários'.
A 'sua vida dedicada à política e à democracia de Portugal é um exemplo para o mundo de que é possível construir uma sociedade democrática e igualitária para todos', lê-se na mensagem de Dilma.
Paulo Zacarias Gomes paulozgomes@negocios.pt 03 de Março de 2017 às 13:45
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...
A presidente destituída do Brasil, Dilma Rousseff, vai estar em Lisboa a 15 de Março para participar numa conferência organizada pela Fundação José Saramago.

A vinda a Portugal acontece a convite do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, da Fundação José Saramago e da Casa do Brasil de Lisboa, lê-se no site da fundação.

A ex-chefe de Estado vem inaugurar o Ciclo de Conferências do Trindade, com a participação na conferência "Neoliberalismo, desigualdade, democracia sob ataque". A entrada no evento é livre mas está, refere a organização, sujeita à lotação da sala.

Esta é a primeira visita conhecida de Dilma Rousseff a Portugal desde que foi definitivamente destituída pelo Senado do cargo de presidente do Brasil, em 31 de Agosto do ano passado, perante acusações de crimes de responsabilidade na gestão das finanças do país.

Dilma Rousseff foi presidente do Brasil entre Janeiro de 2011 e Agosto de 2016, eleita pelo Partido dos Trabalhadores e sucedendo a Lula da Silva. Na sequência do seu afastamento temporário - que mais tarde se converteu em "impeachment" - , Michel Temer tornou-se a 12 de Maio de 2016 no novo chefe de Estado.

O nome de Dilma Rousseff chegou entretanto a estar envolvido na operação de combate à corrupção Lava-Jato, sendo investigada pela justiça juntamente com Lula da Silva por alegada obstrução às investigações naquela operação.

Nos meses que antecederam a destituição, Lisboa chegou a estar no "mapa" da contestação à então presidente. Em Março, quando ainda era vice-presidente de Dilma, a presença de Temer chegou a estar confirmada em Lisboa num encontro na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa onde pontuariam vários membros da oposição ao Governo de Brasília, incluindo defensores da destituição. 

Temer acabou por não vir nessa altura por questões partidárias relacionadas com a destituição e estaria em 
Portugal já na condição de presidente no funeral de Mário Soares, a 10 de Janeiro. Entretanto, já o primeiro-ministro António Costa tinha estado, em Setembro, reunido com o novo presidente, um encontro então contestado pelo Bloco de Esquerda.


(Notícia actualizada às 14:07 com mais informação)
Ver comentários
Saber mais Dilma Rousseff Brasil Lisboa presidente Portugal Notícia política
Outras Notícias