Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida global atinge novo recorde de 322% do PIB

A dívida global totalizava 253 biliões de dólares no final de setembro do ano passado, acima dos 250,9 biliões registados três meses antes. Nos EUA e Austrália registaram-se máximos, enquanto na China o endividamento voltou a acelerar.

Rita Faria afaria@negocios.pt 14 de Janeiro de 2020 às 11:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

A dívida global atingiu um novo recorde de 322% do PIB no terceiro trimestre de 2019, e deverá continuar a subir, de acordo com um relatório do Instituto de Finanças Internacionais.

Segundo os dados deste organismo, no final de setembro, a dívida global totalizava 253 biliões de dólares, o que traduz um aumento face aos 250,9 biliões de dólares registados três meses antes, no final do segundo trimestre.

A subida do endividamento acontece numa altura em que os custos de financiamento continuam a cair na maior parte do globo, devido à flexibilização da política monetária por parte dos bancos centrais, que levou os juros para um nível próximo de zero em muitas economias avançadas, incentivando governos, empresas e famílias a aproveitarem o dinheiro "barato".

"Impulsionada pelos juros baixos e pelas condições financeiras favoráveis, estimamos que a dívida global total ultrapassará os 257 biliões de dólares no primeiro trimestre de 2020, sobretudo devido ao aumento no setor não financeiro", refere o relatório do Instituto de Finanças Internacionais.

No que diz respeito à dívida pública, os dados do instituto mostram que os Estados Unidos e a Austrália, por exemplo, atingiram novos máximos no terceiro trimestre do ano passado, enquanto na China o crescimento voltou a acelerar depois do abrandamento observado nos anos de 2017 e 2018.

Em termos gerais, a dívida da China está agora próxima dos 310% do PIB – um dos níveis mais elevados entre os mercados emergentes – enquanto a dívida das famílias e do governo está num máximo de 55% do PIB.

"Depois da desaceleração acentuada em 2017/18, devidos aos esforços de desalavancagem, o crescimento da dívida na China voltou a aumentar em 2019, principalmente no setor corporativo não financeiro", afirma o relatório.

Ver comentários
Saber mais dívida global endividamento juros
Outras Notícias