Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida pública do Brasil continuará a crescer mesmo que saia da recessão

A dívida vai piorar apesar de o Governo ter apresentado um orçamento que visa a "conter custos" e que contempla um aumento das receitas.

Lusa 01 de Setembro de 2016 às 07:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A dívida pública brasileira continuará a crescer mesmo que o país saia da recessão profunda em que se encontra, o que configura um "risco grave" para a estabilidade fiscal, avisou o Governo na quarta-feira.

"A dívida crescerá indefinidamente se não forem tomadas medidas urgentes e relevantes para a estabilização do país", disse o ministro do Planeamento, Dyogo Oliveira, em conferência de imprensa.

A dívida bruta chegará este ano a 66,5% e subirá para 72,5% no próximo, apesar de ser esperada uma retomada de crescimento, e vai disparar para 77,7% em 2019, segundo o ministro, ao apresentar o orçamento de 2017.

A dívida vai piorar apesar de o Governo ter apresentado um orçamento que visa a "conter custos" e que contempla um aumento das receitas.

É esperado um aumento da receita devido, em parte, à esperada recuperação da economia do país e várias privatizações.

Segundo informações divulgadas na quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB recuou 0,6% no segundo trimestre deste ano face ao trimestre anterior.

O ministro da Fazenda (Finanças), Henrique Meirelles, que falava na mesma conferência de imprensa, referiu que é esperada uma recuperação nos próximos meses e uma saída da recessão no último trimestre do ano.

As contas do governante apontam que o PIB vai fechar 2016 com uma queda de 3%, mas vai recuperar em 2017 crescendo 1,6%.
Ver comentários
Saber mais Governo política economia negócios e finanças macroeconomia Brasil
Mais lidas
Outras Notícias